Poderá também gostar:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 17 de abril de 2011

Elias, Enoque e o Arrebatamento

"E sucedeu que, indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro; e Elias subiu ao céu num redemoinho." (2 Reis 2:11)

Este evento espantoso - a transladação de Elias para o céu, sem experimentar a morte - foi um verdadeiro milagre, mas é um evento histórico. Para além de outras coisas, este evento assegura-nos que o céu é um lugar real dentro deste universo criado por Deus, uma vez que Elias ainda está nesse lugar com o seu corpo físico até os dias de hoje.

O profeta Enoque, que também serviu a Deus durante uma época de grande apostasia, tinha sido semelhantemente levado para o céu sem morrer (isto é, para o "3º céu", junto do trono de Deus), tal como está escrito em Génesis 5:24 e Hebreus 11:5).

As profecias de Enoque, dirigidas a toda humanidade, foram feitas aproximadamente a meio do período que vai de Adão a Abraão, enquanto que as profecias de Elias, dirigidas apenas a Israel, foram feitas essencialmente a meio do período que vai de Abraão a Cristo.

Ambos foram arrebatados para o céu.

É bem possível que eles regressem a Terra como as "duas testemunhas" de Deus que vão profetizar tanto a Judeus como a Gentios (Malaquias 4:5-6, Revelação 11:3-12), sendo depois martirizados e ressuscitados.

Em todo o caso, haverá uma geração de crentes que será toda ela transladada para o céu, tal como Elias e Enoque o foram.

"Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro." 1 Tess 4:15-16

A nossa geração pode ser esta geração.

"Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos." 1 João 3:2

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os 10 mandamentos do comentador responsável:
1. Não serás excessivamente longo.
2. Não dirás falso testemunho.
3. Não comentarás sem deixar o teu nome.
4. Não blasfemarás porque certamente o editor do blogue não terá por inocente quem blasfemar contra o seu Deus.
5. Não te desviarás do assunto e nem responderás só com links.
6. Escreverás "Deus" e não "deus", "Bíblia" e não "bíblia", "Jesus" e não "jesus".
7. Não usarás de linguagem profana e grosseira.
8. Não serás demasiado curioso.
9. Não alegarás o que não podes evidenciar.
10. Não escreverás só em maiúsculas.